quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Qual a melhor de 4?

Só três vezes

O casal de idosos, tomado pela rotina e falta de assunto, decidiu fazer confidências sobre traições.
– Fala, minha véia, pode ser sincera, já estamos velhinhos... Você já me traiu nesses 60 anos de casados?
– Tudo bem – respondeu a velha esposa – Eu vou te confessar... Eu já te traí... Mas foram só três vezes... E, todas elas, foi por amor a você!
– Por amor... – duvida o velho – Até parece...
– É verdade, véio... Lembra que você estava insatisfeito com o seu salário de secretário, em 1957?
– Sim, me lembro...
– Pois então... Certo dia eu fui falar com o seu patrão, ele aceitou te promover, mas eu tive que transar com ele!
– É, até que eu ganhei uma boa promoção...
– Pois então... Eu fiz isso para o seu bem! E quando você estava muito doente e tinha que ser operado com urgência, mas havia uma longa fila de espera? Você se lembra?
– Sim, me lembro...
– Eu fui lá falar com o médico e ele aceitou te passar na frente... Mas eu tive que transar com ele...
O velhinho ficou um pouco decepcionado, mas aceitou.
– E a terceira vez? – perguntou ele.
– Você se lembra quando foi candidato a deputado estadual?
– Lembro! Graças a Deus eu me elegi! – orgulhou-se ele.
– Não só a Deus! – replicou a velha esposa – Você se lembra que precisava de três mil votos pra se eleger?


Guardando Os Bens

Assim que acabou de enterrar a esposa, o Emir transforma todos os seus bens em algumas barras de ouro, guarda-as em uma pequena caixinha e, juntamente com a filha, resolve atravessar o deserto numa carroça em busca de uma nova vida.

Eis que, na primeira noite, quando estão se preparando para deitar, eles avistam um bando de beduínos que caminham em sua direção.

— Estamos fritos! — disse o Emir.


Então os beduínos os atacaram e levaram tudo o que lhes pertenciam, deixando-os apenas com a roupa do corpo.

No auge do desespero, o Emir não consegue conter as lágrimas.

— Que desgraça! Que desgraça! Perdemos tudo!

— Calma, papai! — diz a moça, com voz suave. — Nem tudo está perdido. Veja isso...

Então, um tanto quanto constrangida, ela levanta a saia, abaixa a calcinha, abre bem as pernas e tira a caixinha com as barras de ouro!

— Que maravilha! Que maravilha, minha filha! — exclama o Emir, exultante. — Se a sua mãe estivesse viva a gente poderia ter salvo até a carroça!


A garota vai à primeira festa
A garota vai à primeira festa, mas tem medo dos avanços dos rapazes, pede conselho à mãe: - Se os rapazes começarem a insistir muito, minha filha, pergunta que nome vão dar à criança. Isso vai fazer com que eles desistam. Assim foi, no meio de uma dança um rapaz diz: - Vamos para o jardim atrás da piscina? Ela vai, mas quando o moço quer avançar ela pergunta: - Que nome vamos dar à criança? O rapaz olha com surpresa, diz que se esqueceu da carteira no bar e sai de fininho. Uma hora mais tarde repete-se a cena com outro homem. Igualzinho, quando ela pergunta qual será o nome do filho, ele fica de pés frios e vai-se embora. Mais tarde, chega um homem malandro. Vai com ela para o jardim. Começa com beijinho aqui, beijinho ali, e apalpa-lhe o peito. Ela pergunta: - Que nome vamos dar à criança? Ele continua e abre o vestido dela. - Que nome vamos dar à criança? Ele chupa o peito direito. - Que nome vamos dar à criança? Ele tira o vestido dela e as calças dele. - Que nome vamos dar à criança? Ah... Ahhhhhh...Que nome vamos dar à criança, ui, ah? Depois de acabarem ela pergunta mais uma vez: - E agora, qual vai ser o nome do nosso filho? Ele, triunfante, tira devagar o preservativo, levanta para o alto, dá um nó firme e diz: - Minha filha, se ele conseguir sair daí....o nome será Magaiver.


Um caminhoneiro
Um caminhoneiro está dirigindo pela estrada morrendo de vontade de encontrar uma mulher. Ao passar por uma plantação de abóboras, ele pensa consigo mesmo: - Uma abóbora é macia, é úmida por dentro... Huumm... Sem ver ninguém por perto ele pára o caminhão, escolhe a abóbora mais bonita, corta um buraco no tamanho apropriado e começa a transar com ela. Fica tão empolgado que nem percebe a chegada de uma viatura da polícia. - Desculpe-me, senhor! - interrompe o policial. - Mas por acaso o senhor está transando com uma abóbora? O caminhoneiro olha assustado para o policial e diz: - Uma abóbora?! Puta que o pariu, Cinderela!! Já é meia-noite?

4 comentários:

Paulo cesar januaria disse...

Bom dia Amigo segredo olha eu como sou um amante de piadas eu gosto de todas e agora esta melhor pois vejo que temos um grande amigo em nosso time pois sou da opinião quanto mais maior será a alegria e continue amigo pois nosso mundo está precisando de alegria e não poblemas então que tenha muito sucesso pois quando se é feliz ai amigoconseguimos alegrar todos a nossa volta pois no humor somos solidários e nunca egoistas abraços e uma maravilhosa semana.

Beth Muniz disse...

Kakakakakakaka
A do caminheiro é hilária... e inteligente!
Muito bom!
Abração e bom final de semana.

Luiz Scalercio disse...

cara muito bom essas piadas mas
que eu gostei foi do caminheiro
muito bom mesmo.
um abraço.

SilvioUploader disse...

Nossa! Gostei de todas, mas a melhor é 'Guardando os bens'.
Show de bola seu blog...

Postar um comentário